Inicial Expediente Lançamentos Edição Atual Colunistas Classificados Edições Anteriores
  Buscar no Site
 
 
      






 Edição: 17 - Ano 02
Notícias do Mercado
A redução da Cofins
Show-room virtual
Marca de futuro
Cada um tem o seu tubaína
A escolha do sofá ideal
Cor - Tendências à parte
Decoração e cultura
Para revestir sem errar
Restauro de jardins
Vigilante ou porteiro?
Ciclo Hidrológico
 Anunciantes
  Alpha Telas
  APC Incorporadora
  Basalto São Cristóvão
  Borges Placas
  Cantagalo Madeiras
  E-Cond - Para Condomínios
  Edifício Rio Tevere - Thá
  Engepoli
  Engevidros
  Eurocerk - Perfipar
  EuroPortas
  Intersept Alarmes
  JJ Construção Civil
  Ortopedic Center - Estofaria
  Recosul
  Rossi Coberturas
  Solar Sol Aquecedores
  Tecnotelas
  Tubolar
 
 :: Pedras
Para revestir sem errar - Jornal Construção & Cia
  Para revestir sem errar
  Cuidados na hora da compra evita problemas de utilização
   
 
SOFISTICAÇÃO - Beleza no Piso
   
 
O mármore e o granito são produtos muito parecidos extraídos da natureza. Eles possuem resistência, durabilidade e são de fácil manutenção. Mas na hora de escolher entre um ou outro a pessoa deve avaliar alguns quesitos e tomar cuidado para não levar para casa o revestimento errado. Isso acontece porque as pessoas não sabem as diferenças entre eles e podem comprar por engano um mármore pensando que é granito ou vice-versa. Para não errar na hora da compra deve-se observar a estética do material. “O mármore possui veios maiores como desenhos e o granito é cheio de bolinhas. Mas existem casos que só com a ajuda de um profissional se descobre à diferença”, diz a diretora de marketing da NPK, Karla Merhy. Esses produtos podem ser utilizados no imóvel inteiro, tanto na área interna como externa. Podem revestir pisos, paredes e fachadas. Para o arquiteto Eduardo Mourão, a pessoa deve explorar a diferença estética deles. “Recomendo o mármore para a parte social da casa, pois ele é um produto delicado que possui um apelo visual forte. Já o granito é mais indicado para áreas externas ou de serviços, como a cozinha, por ser mais resistente”, diz. O mármore mais conhecido é o italiano, mas existem também os espanhóis, portugueses, gregos e os nacionais no mercado. O mármore brasileiro custa em média R$ 25,00 o metro quadrado. O importado custa cerca de R$ 90,00. Já o granito, que é um produto em abundância no Brasil, é mais caro. O metro custa de R$ 63,00 o nacional a R$ 100,00 o importado. Apesar do importado ter fama de melhor, o nacional tem defensores. “Os produtos nacionais são de boa qualidade e resistentes, basta escolher e cuidar bem”, diz. A proprietária da Pedras Barigui, Marly Crenev.
 
Manutenção
O granito pode ser limpo com qualquer produto de limpeza para casa, mas isso deve ser feito constantemente, pois se ele manchar é muito difícil recuperar a peça. Já no mármore a manutenção deve ser feita só com água e pano úmido. “Não é bom nem passar detergente neutro que estraga. A pessoa também não pode encerar o produto, pois como é poroso ele absorve a cera e entope. Isso deixa a aparência feia. Sem falar que depois de um tempo e mármore começa a “cuspir” tudo o que passaram nele. Quando isso acontece a pessoa deve passar somente o pano úmido até todo o produto sair. O que demora alguns dias”, diz Karla Merhy.